HOME SOBRE CONTATO FREEBIES CLIPPING

Um bom escritor


22 dezembro 2015


- Você já leu um livro mais de uma vez?
- Já. - E qual a graça de ler mais de uma vez? Já sabendo o que acontece?
- E qual a graça de ver seu álbum de fotos, se você já viveu aquele momento?

Um bom escritor muitas vezes diz algo maravilhoso sem que ele próprio a perceba. E quando ele percebe, ele fica repetindo isso em sua cabeça para não esquecer e quando chega em casa, ele vai, abre o Word e escreve uma crônica falando sobre tal pensamento ou fala. Um bom escritor sabe quando acaba de escrever algo belo, ele fica emocionado ao ler e até suspeita de não ter escrito, de tão bom que ficou. Ele fica tipo “Nossa! Eu que escrevi isso?” “Ficou f***”.

Um bom escritor também sabe quando o texto não é bom. Ele passa a noite, lendo e relendo e reescrevendo suas frases, até elas melhorarem e seu coração palpitar de versos. Um bom escritor percebe quando usa sem querer frases alheias, e quando sem intenção copia idéias de outros textos. Um bom escritor gosta do que outro bom escritor cria, no momento em que tal escritor o inspira. Um bom escritor sabe que quando está enlouquecendo é por falta de palavras. Sabe quando lhe falta inspiração e o quanto isso dói. Sabe o quanto é doentio querer escrever e não saber sobre o quê. E o quão chato é quando algo lhe vem em mente e ele não pode escrever porque está ocupado fazendo uma coisa que não pode parar, ou está no trânsito, e quando é interrompido e as palavras lhe fogem, então?

Um bom escritor sente uma pitada de medo, ele tem medo que seu coração não aguente de felicidade, quando ele está escrevendo sem parar. Como se todas as folhas do mundo não fossem o suficiente para escrever aquele pensamento. Ele fica excitado quando está fazendo uma linha e já tem um livro em mente. Ele fica com raiva de si mesmo, quando tem dez livros prontos em sua cabeça, mas tem a preguiça de cem pessoas para colocá-lo em prática (isso foi pra você J.C.). Ele tem sede de palavras e fome de linhas. Ele tem febre de poesia e vomita versos. Ele sabe se é um bom escritor ou apenas um mero aprendiz. Ele pode escrever belos poemas sobre coisas simples, como o sol, o céu, a chuva ou uma flor. Como Carlos Drummond de Andrade escreveu sobre uma pedra.

Um bom escritor coloca em palavras aquilo que sente. Ele põe no papel sentimentos e pensamentos que jamais ousaria em pronunciar. Ele é atrevido e ousado. Rebelde e revolucionário. Sensível e azedo como açúcar. O interessante é que ele pode escrever sobre qualquer fato, qualquer acontecido. Ele pode escrever sobre você, citá-lo em um livro e você nunca saberia. Espera... O que foi aquilo?
                                                                                                                                             ( 05-05-2014)

12 comentários:

  1. Um bom escritor é realmente tudo isso! Pra mim a melhor parte foi: "Um bom escritor coloca em palavras aquilo que sente.", isso com certeza é verdade.

    Um beijo.
    Desejo de Sonhar

    ResponderExcluir
  2. Belíssimas palavras, você definiu em poucas palavras o que é ser um escritor e o que é se emocionar ao escrever e reler suas próprias palavras :D

    http://confissoesdeumaaprendiz.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Às vezes você pensa será que sou mesmo escritor. Será que penso como escritor. Vivo como escritor e tantas outras coisas. E de repente lê isso que se encaixa como uma roupa sobre medida ou como o som de sua música preferida.
    Um salve para nós. Bom Texto e parabéns a quem quer que tenha escrito.

    ResponderExcluir
  4. Olá,
    Caramba, adorei o texto! Muito bom mesmo, principalmente o diálogo inicial.
    Beijos.
    Memórias de Leitura - memorias-de-leitura.blogspot.com

    ResponderExcluir
  5. Awn, adorei esse texto e me identifiquei porque amo escreve e também fico horas reescrevendo. ♥

    http://www.rosachicleteblog.com.br/

    ResponderExcluir
  6. amei suas palavras, acho assim que pessoas que são escritoras ou seja os bons escritores, são demais, incríveis na verdade, porque como expor aquilo que você pensa talvez, em belas palavras beijos http://www.blogdaxavier.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Oi, Kézia! Concordo contigo, pra mim um bom autor sempre é ousado e não tem medo de se acomodar. Ele é autocrítico e sempre sabe se reinventar. Ótimo texto!

    Beijão! ♥
    www.opinada.com

    ResponderExcluir
  8. Mas você é perfeita em moça, ou melhor, uma ótima escritora.
    Beijo
    www.tecontopoesia.com

    ResponderExcluir
  9. Que texto maravilhoso! Concordo muito com você. E já usei tantas pessoas pra criação de textos e personagens. me identifiquei. Haha

    Beijos, Mari.
    www.maisquemeninice.com

    ResponderExcluir
  10. Adorei o texto e sei bem como é isso. Ter uma ideia e repeti-la mil vezes até conseguir escreve-la, reler o texto um milhão de vezes e ter ideias para livros e não conseguir termina-los por preguiça (falando nisso, tenho que voltar ao meu livro kk).

    Beijos e feliz 2016!


    http://mylife-rapha.blogspot.com

    ResponderExcluir
  11. O texto é seu? Belíssimo, ia lendo e pensando "não sou escritora, mas tenho um q de" haha, adorei;*

    ResponderExcluir

© Kézia Martins / Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Colorindo Design
Tecnologia do Blogger.