HOME SOBRE CONTATO FREEBIES CLIPPING

O VALOR DE UMA LEITURA NA VIDA DE UM ESCRITOR


09 abril 2017


Certo dia estava lendo um texto (surpreendente) que uma leitora me enviou pelo bate papo, mandei ela postar no facebook para mais pessoas como eu, lerem e se identificarem com suas palavras. Ela se negou, dizendo que não sabia se iriam gostar, se iria mudar algo, ou até mesmo, que iriam criticar. Nesse momento eu pude perceber o quão grande é uma leitura amiga, e quando eu digo “amiga”, falo de uma leitura sincera, para o bem do outro, pois quando alguém te pede para ler um texto, é como se estivesse pedindo para ler parte do seu coração e todas as vezes me sinto lisonjeada por cada pergunta baseada no que achei. As palavras tem o poder de mudar o poder das pessoas. 

E isso faz muito sentido, porque a cada frase, a cada elogio e a cada critica, essa pessoa se sente mais e menos motivada. Essa pessoa sente que fez diferença, e fazer diferença é o maior poder na vida de um escritor e é por isso que, na maioria das vezes, escrevemos. É simplesmente pra saber se isso ajudou ou não, se isso fez sentido para alguém e se isso mudou, pelo menos um pouco, a vida da pessoa que está lendo. 

Eu entendo, com todas as letras, o que aquela leitora disse. O medo da crítica desmotiva o fortalecimento das nossas palavras. É claro que isso é essencial, só que feita de maneira correta, porque toda crítica ainda sim é um elogio. Um elogio para irmos em frente. Para mostrar que agora não está bom, mas que você está no caminho certo. “Ah, então quando a critica é muito ruim, quer dizer que esse caminho é errado”. Claro que não, convenhamos que todo caminho escolhido pelo seu coração é o caminho certo. Independente das opiniões, depende só de você muda-las. 

Não é atoa que valorizamos tanto as palavras, não é simplesmente porque trabalhamos (literalmente) com elas, mas sim porque elas é que nos trazem o poder e nos fazem proporcionar esse poder para vocês. É uma troca de atitudes, uma palavra amiga, que gera outra palavra amiga em um texto. Quando a pessoa lê um texto meu e elogia, eu automaticamente escrevo outro tentando trazer mais elogios da pessoa. Porque os elogios não significam que somos perfeitos, mas sim que estamos com a certeza da ajuda. Que se conseguimos ajudar aquela, vamos conseguir ajudar mais, e mais e mais... 

O medo da garota não é de receber críticas, mas sim de achar que ela não é boa o suficiente para receber elogios, que suas palavras não são tão boas quanto ela achava que fossem. O medo daquela garota que me perguntou se o texto tinha sentido, é o medo da mesma garota que se mostro timidamente em um texto e percebeu que pouco importava o seu sentido para as outras pessoas. Aquelas outras pessoas não falaram do texto, não opinaram, não mostraram que estavam impactadas (talvez por pura preguiça) e o impacto foi em direção contrária. A escritora se sentiu impactada, pela falta de impacto. Talvez vocês possam achar isso besteira, mas as palavras sempre serão o combustível de todo escritor, as pessoas precisam mostrar que leram e precisam dizer se aquilo fez sentido para ela, se aquilo impactou sua vida. 

Não importa se a pessoa tem um milhão de leitores ou só dois, o que realmente importa é você passar o seu sentimento, para que o leitor possa se fazer sentir no texto.

6 comentários:

  1. Os seus textos me prendem do início ao fim, mas posso dizer que esse foi o que de alguma forma teve mais a ver comigo. Não sou a menina que te enviou o texto, mas era como se fosse. Tenho coisas escritas que só eu e mais uma pessoa leu... infelizmente tenho medo, medo de que o que escrevi não mude nada para ninguém. Quero ter a coragem de mostrar para o mundo, de postar em uma rede social, mas quando faço isso, paro e digo: Melhor não, talvez eu precise mudar algo.
    Se um dia uma única conseguir sentir algo com o que escrevo serei imensamente feliz e espero sinceramente ter coragem suficiente para mostrar para mais alguém, porque entendo a importância que apenas um leitor terá na minha vida.
    Magia é Sonhar

    ResponderExcluir
  2. Acredito que as duas partes ganham com isso, o leitor, pois se identifica e muitas vezes aprende com os textos do autor, e o autor, pois deixou seus sentimentos naquelas palavras e viu que fez a diferença.
    Mas como você falou sobre críticas, muitas pessoas não sabem fazer elas do jeito correto, pode até machucar, acho que as pessoas tem que aprender a criticar de forma positiva para o crescimento.

    www.vivendosentimentos.com.br

    ResponderExcluir
  3. Olá!
    Critícas negativas nem sempre são boas pra gente, mas nos ajudam a crescer de alguma forma, claro que existem aquelas que são totalmente desnecessárias, mas...
    Adorei o texto.
    Beijão
    www.a-toca.com

    ResponderExcluir
  4. Eu acho que todo mundo que se arrisca um pouquinho na escrita se identificou com tudo que você escreveu, ainda mais na parte sobre mostrar a alguém o que se escreveu. Porque eu acredito, que mesmo que seja algo totalmente inverso à nossa personalidade, em cada texto vai um pouco da gente, então mostrar um texto é como entregar à nudez da alma à outro. Pura, simples. Eu sinceramente, amo as críticas negativas que constroem. Porque elas nos impulsionam para continuar melhorando. E escrevendo sempre que possível.
    Obrigada por esse texto, Kézia! ♥

    Com carinho,
    Conto Paulistano.

    ResponderExcluir
  5. Oi flor, tudo bom?
    Estou no mercado literário como escritora vai fazer 4 anos, oficialmente, mas escrevo desde os meus 11 anos. A leitura e a crítica são essenciais para o desenvolvimento da sua escrita, da narrativa, da construção de personagens e até da maneira com que você se porta no mercado. Você sempre está entregando muito de você nas suas histórias, independente do gênero delas. É importante o escritor ter a visão do leitor das suas obras exatamente para ver por outros olhos, assim como é importante o leitor entregar suas críticas a quem escreveu aquilo. Positivas ou negativas. As negativas costumam dar uma dorzinha, mas elas são imprescindíveis para que nós possamos crescer como profissionais, e as positivas fazem tudo valer a pena porque significa que a pessoa que pegou o teu trabalho sentiu o que você queria transmitir <3
    Excelente texto, questões muito pertinentes!

    Beijos,
    Denise Flaibam.
    www.queriaestarlendo.com.br

    ResponderExcluir
  6. Oi Kézia! É a minha primeira vez aqui no blog. Estou completamente encantada com sua escrita, até já curti sua fanpage (Bianca Gonçalves).
    Adorei o texto.
    Beijos
    http://lua-literaria.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

© Kézia Martins / Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Colorindo Design
Tecnologia do Blogger.