HOME SOBRE CONTATO FREEBIES CLIPPING

A tristeza bateu. E agora?


26 setembro 2016


Tudo bem se sentir triste as vezes. É sério, está tudo bem! Não é todo dia que acordamos sorrindo para o mundo com vontade de sair abraçando todos a nossa volta e dizer como a vida é bonita. Não mesmo. Há dias que a nossa única vontade é ficar em casa encolhida na cama, com o computador no colo e uma xícara de café entre os dedos.

Nesses dias, o espelho é nosso pior inimigo e até quando alguém fala num tom mais alto, é motivo de sairmos chorando. Mas não se preocupe, isso é normal. Pois se não fosse esse sentimento, não saberíamos o que era estar feliz.

Então, quando essa tristeza bater, respire fundo e a abrace com carinho. Vista o pijama mais largado que tiver no guarda-roupa e coloque aquele CD antigo do Nx Zero para tocar.  Faça aquele brigadeiro de colher e o devore quando estiver vendo algum filme dramático que te faça chorar horrores. E quando o brigadeiro acabar e todos os lenços de papel também, você irá perceber que a tristeza ainda estará ali, mas seu coração estará mais calmo. Então você irá perceber que presença dela não é tão terrível assim e que vocês duas podem fazer companhia uma a outra sem pressão.

Mas está triste não quer dizer que você precisa se afastar de tudo e de todos. Tristeza não é a mesma coisa que solidão. Claro, as vezes queremos está sozinhos quando estamos tristes, mas isso não é motivo de afastar as pessoas que só querem levantar nosso astral. É bom desabafar. Isso faz com que esse  sentimento que muitas vezes nos sufoca, se esvaia aos poucos. Por isso, quando lhe oferecerem um ombro para chorar, chore com vontade, será a melhor coisa que você fará nesse dia.

Então, se a tristeza bater, usufrua desse sentimento de forma saudável. E quando a noite cair e o sono bater, tome um banho demorado deixando a água levar tudo de negativo que ainda restou. Vista-se confortavelmente e encolha-se entre suas cobertas. Você perceberá que você estará mais liberta e que aquela sensação de vazio que dá no peito, já não está mais ali. Dormirá sorrindo por saber que o amanhã é outro dia.

E que estará te esperando cheio de surpresas.

13 comentários:

  1. Oi Kézia, que texto lindo! Realmente tristeza não é o mesmo que solidão e ás vezes chorar faz bem.

    Adorei o tema do post!

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  2. Oie Adriely =)

    Todo mundo tem dias bons e outros não tão bons assim... o problema é que andamos vivendo em uma pressão enorme e lidar com alguns sentimentos e com essa tristeza nem sempre é tão fácil.

    Belo texto!

    Beijos;***

    Ane Reis.
    mydearlibrary | Livros, divagações e outras histórias...
    @mydearlibrary

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fico feliz por ter gostado do texto! Não se preocupe, a tristeza não é fácil, mas ela passa
      Bjos
      ;)

      Excluir
  3. Quando eu estou triste eu gosto de ficar sozinha na praia ouvindo música. Amei o texto.
    Beijoos!

    Refúgio da Ju

    ResponderExcluir
  4. ótimo texto. É comum não estar alegre todo o dia, infelizmente existem dias que estamos tristes não é fácil mas temos que aprender a lidar da melhor maneira possível.
    Bjs
    http://eternamente-princesa.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado! Fico feliz por ter gostado :)
      Beijos

      Excluir
  5. Ai Adriely, me abraça! Adorei o seu texto, digo a mim mesma isso sempre. Não há nada de errado assistir filmes tristes só pra chorar e libertar o peso que vem corroendo. A tristeza é normal para que os dias felizes existam.
    O seu post veio a calhar, acabei de descobrir que uma banda que gosto vai vir pro brasil e claramente eu não irei vê-los, bateu a maior bad aqui hahah :(

    xx Carol
    http://caverna-literaria.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, e Kézia, fico honrada com a oferta de resenhar o seu livro! Eu e a Leeh aqui do blog estamos planejando uma coluna de autores nacionais pra divulgação e quando tivermos tudo preparado entro em contato pra saber mais do livro <333

      Excluir
  6. Acho que a tristeza faz parte da vida, ela abre horizontes também para reconhecermos e melhorarmos como pessoa. Mas como você falou, não podemos nos fechar quando isso acontece.

    www.vivendosentimentos.com.br

    ResponderExcluir
  7. Que texto mais lindo! Concordo com você, as tristezas as vezes faz bem, nós faz ver o mundo diferente e nós faz mudar. Adorei a abordagem do texto.

    www.kailagarcia.com

    ResponderExcluir
  8. Oi Kézia. Amei o seu texto! Tem vezes que a tristeza bate aqui e eu fico num mau humor daqueles. Eu me considero uma pessoa bastante melancólica, apesar de por fora eu ser repleta de alegria. Eu adoro ouvir músicas antigas e mais calmas quando estou assim, mas amei a indicação do NX Zero, amo eles!
    Beijo, Participe do sorteio do livro Twist de Tom Grass

    ResponderExcluir

© Kézia Martins / Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Colorindo Design
Tecnologia do Blogger.